30/12/2010

I Jornadas Jovens de Monchique (Balanço)

Ontem decorreram as I Jornadas Jovens de Monchique, organizadas pela Freguesia de Monchique. Devo confessar que fiquei extremamente satisfeito por ter tido a oportunidade de assistir às excelentes exposições que foram feitas. Para além disso, é muito aprazível perceber que as instituições autárquicas locais (Município e Freguesia de Monchique) se interessam e estão atentas ao trabalho académico e profissional dos jovens do nosso concelho.



A primeira apresentação foi realizada pelo amigo e Professor Doutor Bruno Medronho (Químico) que, animadamente, fez uma retrospectiva do seu percurso académico (de Monchique a Coimbra) e uma síntese do trabalho que actualmente desenvolve no âmbito de um pós-doutoramento. Segundo o que percebi, o Bruno investiga um dissolvente capaz de transformar celulose em fibras têxteis, o que contribui, em última instância, para a preservação ambiental do nosso planeta.

Seguidamente, o "nosso" advogado Jorge Sampaio dissecou um tema muito em voga actualmente: a revisão constitucional. Resumindo, falou-se da crise que o Estado Social atravessa em Portugal e abordou-se algumas propostas que foram efectuadas, no sentido de resolver algumas das questões mais prementes do nosso país. O Jorge também colocou em causa algumas dessas propostas por, supostamente, violarem direitos fundamentais presentes na Constituição.

A terceira exposição pertenceu a Ana Maria Pinto (Historiadora da Arte), com o tema "A paisagem histórico-artística de Monchique como contributo para o desenvolvimento sustentável do concelho". Pessoalmente, não a conhecia, mas a sua comunicação deixou bem claro que se trata de uma pessoa muito competente e com uma enorme estima por Monchique. Da sua intervenção, destaco a sua sensibilidade para a necessidade de preservar e potenciar o património histórico-social de Monchique, nomeadamente através da criação de roteiros turísticos. O estado do Convento de Nossa Senhora do Desterro, bem como a inacessibilidade às ruínas de uma fortaleza no Alferce e à fonte santa da Fornalha foram alvo de debate com a plateia, onde interveio também o presidente do Município de Monchique Dr. Rui André.

Mais tarde, foi a vez de Tiago Marques (Enfermeiro) e Patrícia Nunes (Estudante de Enfermagem) abordarem a temática: "Suporte básico de vida (adulto)". Como bem esclareceram, cada cidadão deve estar a par das linhas orientadoras para executar estas manobras. Elas podem valer uma vida. A apresentação teórica foi, posteriormente, muito bem complementada por uma demonstração prática, atentamente observada pelo público presente.

Por último, mas não menos importante, surgiu a temática "Iniciativa, Emprego e Empreendedorismo", devidamente comunicada pela Tânia Sousa (Gestora). Foram dados preciosos conselhos aos jovens para as primeiras incursões no mercado de trabalho. Desde como elaborar um curriculum, até ao modo como se comportar numa entrevista, nada passou despercebido. Em termos de empreendedorismo, a Tânia transmitiu ainda diversas formas de conseguir, por exemplo, crédito ou apoio para a criação de uma pequena ou micro empresa.

O nível geral destas I Jornadas Jovens superou as minhas melhores expectativas. A organização foi exemplar e os jovens conferencistas colocaram a fasquia bem alta para a próxima edição em 2011. Esta iniciativa merece o meu louvor e homenagem. Espero que constitua a rampa de lançamento para muitas mais.

A Freguesia de Monchique está de parabéns!

3 comentários:

João Figueira disse...

Parabéns Monchique!!!
Votos de Um Bom Ano 2011 para ti amigo e para o Concelho!!!
Um abraço ;)

Carlos Almeida disse...

Amigo João,

Concordo contigo na íntegra: Monchique está de parabéns, especiamente os seus estudantes universitários.

Faço votos para que 2011 traga muito sucesso à nossa população estudantil do ensino superior (e não só).

Um grande abraço!

Anónimo disse...

Il semble que vous soyez un expert dans ce domaine, vos remarques sont tres interessantes, merci.

- Daniel